Agenda de Eventos

Resenha: 90 em Chamas - Resistir

Não sei quanto a vocês, mas quando ouço falar em "disco de estreia de uma banda punk", o que me vem à mente muitas vezes é aquela ideia do inferno como um lugar povoado de boas intenções. Sabem a que me refiro. Gravações com volumes dos instrumentos meio incoerentes entre si, com um resultado final que às vezes nos deixa confusos com relação a algum som estranho ter sido um erro de execução ou apenas um reflexo da produção fraca.
Bom, definitivamente não é isso que o 90 em Chamas nos apresenta aqui em seu disco de estreia; pelo contrário, temos um punk rock muito direto e bem costurado, com letras tratando do cotidiano e da relação do indivíduo com ele, em 8 faixas totalizando 20 minutos que apresentam aquilo que se espera do estilo: um ritmo que alterna entre um groove de rock clássico e momentos com um aumento de velocidade e uma guitarra nervosa e com volume bem alto. Por ser uma banda punk ao estilo clássico, paulista e cantar em português, acaba sendo meio inevitável perceber alguma familiaridade com o Cólera, mas se trata mesmo mais de uma familiaridade do que de algum momento específico do álbum que chegue a parecer imitado ou coisa do tipo.
Este álbum é um ótimo exemplo de como uma boa produção e mixagem (aqui a cargo de Umberto Buldrini e Fabiano Gil, do estúdio Audioground, Avaré-SP) podem abrilhantar ou arruinar o trabalho dos músicos (Hugo - vocal, Cako - bateria, Julio - guitarra, Bruno - baixo).

Comentários